6 dicas para você retornar aos treinos após as férias

A retomada dos exercícios físicos após as férias pode ser um desafio, mas seguindo algumas recomendações, é possível voltar à rotina sem

Publicado 03/11/2023 às 17:27 por Alex Torres

Continua após a publicidade..

Novembro acabou de chegar e com ele, as férias começam a ser contadas em horas ou dias, e a ideia de um verão repleto de meses ou semanas parece distante. Com o fim das férias também surgem novos propósitos. Retomar os treinos e recuperar a boa forma.  O pré-verão parece ser uma tarefa pendente constante nessa época do ano bem como os treinos e os exercícios costumam aparecer. Ou pelo menos, a intenção de retomá-los.

De fato, pode ser que você não tenha consciência prévia ou que não pratique esportes. Mas, isso não impede que alguns quilos extras se acumulem durante as férias. Por isso, muitos acabam optando por retornar à academia – ou começar a frequentá-la – somente após o fim do recesso de verão.

Entretanto, é aconselhável que o desejo de voltar a treinar ou de começar a exercitar-se venha com moderação. Também é necessário lógica para entender que não passaremos do sedentarismo extremo à elite atlética do dia para noite. Esses erros comuns tornam o exercício físico não apenas difícil de manter, mas também arriscado.

Continua após a publicidade..

Como retomar os treinos após as férias? 6 dicas valiosas

Não adie para amanhã o que pode ser feito hoje, essa é parte do processo. Se começarmos com desculpas no retorno e adiando a decisão, é muito provável que nunca a tomemos. Portanto, é importante levar a sério o exercício ao retomar os treinos. Especialmente quando podemos estar vindo de uma pausa relativamente longa, ou pior, quando estamos em má forma física.

No entanto, não é apenas uma questão de quando começar, mas principalmente de como retomar os treinos. É uma questão de tempo, intensidade e de ouvir nosso corpo para não agredi-lo com esse retorno. Nesse caminho, também é importante lembrar que não devemos perder o aspecto lúdico do que estamos fazendo e, acima de tudo, estabelecer certos objetivos a médio e longo prazo. Por isso esses passos importantes:

Ao retomar os treinos após as férias, comece com calma

woman doing yoga

Há várias hipóteses para a retomada dos treinos e algumas delas são perigosas. Uma delas é ter recuperado a consciência de que nosso corpo ganhou alguns quilos extras e que é hora de começar a se exercitar. Essa condição pode nos levar a tentar perder peso ou entrar em forma rapidamente com planos extremos, que são maus conselheiros. Especialmente se partirmos de uma má forma física que pode ter piorado durante o ano.

Por isso, esse retorno deve ser pensado de maneira gradual, estabelecendo metas alcançáveis e aumentando o ritmo de forma progressiva. Também é importante encontrar um equilíbrio que permita alternar diferentes exercícios, dependendo dos nossos objetivos. Portanto, se estamos buscando uma perda de peso, devemos lembrar que o exercício de força é uma excelente maneira de fazê-lo. No entanto, se a perda de peso está na premissa, devemos também insistir em conceitos dietéticos como o déficit calórico.

Ouça o seu corpo e evite os excessos

Se partirmos de premissas irreais, a frustração por não alcançá-las será maior. Além disso, é provável que elas estejam associadas a desconfortos, doenças e lesões ao se exercitar. Se nunca fizemos esporte – ou se pouco o fizemos – começar do zero pode ser difícil, mas devemos partir de uma base acessível. Começar em um nível avançado pode ser um risco para a saúde na forma de entorses, rupturas musculares, alongamentos e outras lesões musculoesqueléticas.

Por esses motivos, ouvir o corpo e estar ciente das limitações é fundamental. A chave nesse reingresso é, por exemplo, aquecer e alongar bem, além de prestar especial atenção à técnica do exercício – seja qual for. De fato, uma má execução técnica pode aumentar o risco de lesões e acabar gerando um efeito contraproducente. Por esse mesmo motivo, é conveniente que realizemos exercícios em séries mais curtas.

Divirta-se com o que faz

group of people in gym while exercising

Entender o esporte como um castigo é um erro. Há dezenas de alternativas para começar, então procure a que melhor se adapte a vários padrões. O primeiro é que se adapte aos seus hábitos de vida e à sua condição física. O segundo é que permita melhorar e, além disso, seja divertido e estimulante. Inscrever-se nas primeiras aulas que você vê na academia ou forçar-se a treinar em um esporte que você não gosta provavelmente acabará te desmotivando.

Uma boa maneira de se divertir é compartilhar essa atividade com um amigo, um colega de trabalho ou seu parceiro. Também pode ser diretamente com as pessoas que a praticam, mas o exercício compartilhado aumenta a aderência e seus resultados. Isso faz dele uma ótima maneira de treinar.

A constância como chave

De nada adianta um esforço intenso se abandonamos o esporte logo em seguida. Entenda o treinamento como uma maratona na qual você deve estabelecer objetivos a curto, médio e longo prazo. Eles devem ser assumíveis, mas motivadores e, ao mesmo tempo, facilmente mensuráveis. Por esse motivo, verificar como estamos melhorando é a maneira de buscar refúgio nessa constância que nos identifique o progresso.

Compartilhamento, consciência e constância são parte dos valores importantes ao retomar os treinos.

Estabeleça metas realistas

É importante estabelecer metas que sejam desafiadoras, mas ao mesmo tempo realistas e alcançáveis. Definir objetivos irrealistas pode levar à frustração e eventual desistência. Inicie com pequenas metas, como melhorar a resistência cardiovascular com caminhadas ou corridas curtas, ou aumentar a força com séries leves de musculação. À medida que atinge essas metas, você pode ajustá-las para continuar progredindo. O acompanhamento de um profissional de educação física pode ser crucial para estabelecer esses objetivos de forma adequada.

Acompanhamento nutricional

Não subestime o papel da nutrição na retomada de seus treinos. Uma alimentação balanceada é essencial para fornecer a energia necessária durante o exercício e para a recuperação pós-treino. Considere consultar um nutricionista para elaborar um plano alimentar que atenda às suas necessidades individuais, respeitando as suas preferências alimentares e estilo de vida. Lembre-se de que hidratação também faz parte de uma boa nutrição, principalmente em climas quentes ou durante exercícios intensos.

Empregamos cookies indispensáveis e tecnologias correlatas, conforme nossa Política de Privacidade. Ao prosseguir com a navegação, você expressa seu consentimento com tais termos. Politica de Privacidade