7 obstáculos invisíveis que podem impedir seu emagrecimento

Apesar de manter uma rotina de exercícios físicos e uma dieta balanceada, a perda de peso ainda parece um desafio? Alguns fatores ocultos

Publicado 31/08/2023 às 18:02 por Alex Torres

Continua após a publicidade..

Quando a nossa jornada de emagrecimento parece estagnada, apesar de todos os esforços na dieta e exercícios físicos, podemos estar lidando com questões invisíveis e complexas relacionadas à saúde. Essas questões, como explica a Dra. Thais Mussi, endocrinologista e metabologista membro da SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia), podem interferir no processo de perda de peso. Ela pontua que “é crucial buscar aconselhamento médico se você está enfrentando dificuldades no processo de emagrecimento devido a esses fatores”.

Os 7 obstáculos que podem estar atrapalhando seu processo de emagrecimento

Fadiga constante: a persistência do cansaço pode ser um indicativo de problemas de saúde como anemia ou síndrome da fadiga crônica. Segundo Dra. Thais, “essas condições podem comprometer o metabolismo e, por consequência, a perda de peso”.

Inchaço e retenção de líquidos: a insuficiência cardíaca, doença renal ou síndrome pré-menstrual podem resultar em acúmulo de líquidos no corpo, o que pode levar a um aumento de peso.

Continua após a publicidade..

Diabetes: a resistência à insulina e o diabetes tipo 2 dificultam o controle de glicose, convertendo o excesso de glicose em gordura, que é posteriormente armazenada no corpo, dificultando assim o emagrecimento.

Problemas de saúde mental: transtornos como depressão podem prejudicar a motivação para a prática de atividades físicas e a adoção de uma alimentação saudável.

Qualidade do sono inadequada: distúrbios como apneia obstrutiva do sono e insônia afetam o descanso adequado. Segundo Dra. Thais, isso pode “levar ao aumento do apetite, redução da saciedade e desequilíbrio hormonal”.

Desregulações hormonais: condições médicas como a síndrome do ovário policístico (SOP) e disfunções da tireoide podem desregular o equilíbrio hormonal, afetando o metabolismo, o apetite e a distribuição de gordura no corpo.

Medicamentos específicos: alguns medicamentos, como corticosteróides, antipsicóticos, antidepressivos e anticonvulsivantes, podem contribuir para o ganho de peso.

Conhecendo esses fatores, torna-se mais simples entender as possíveis razões que podem estar impedindo seu progresso na perda de peso. A chave para superar esses obstáculos está na compreensão de que a saúde deve ser avaliada de forma integral e com ajuda profissional.

Como nossa história pessoal pode influenciar nesse processo de emagrecimento ou não?

Nem sempre a dificuldade em perder peso está ligada apenas a elementos físicos ou biológicos. A relação que desenvolvemos com a comida e o exercício ao longo de nossas vidas pode representar um papel fundamental no progresso do emagrecimento. Dra. Thaís Mussi ressalta: “As práticas alimentares e a postura diante dos exercícios físicos são construídas durante toda uma vida. Muitas vezes, comportamentos prejudiciais podem estar arraigados e exigem muito trabalho para serem mudados. É importante ter consciência disso e procurar ajuda psicológica, se necessário”.

Estresse e falta de tempo também interferem diretamente

O estresse constante e a falta de tempo para se dedicar à alimentação e aos exercícios físicos podem atrapalhar o emagrecimento. O estresse pode provocar alterações hormonais que levam ao aumento de peso, e a falta de tempo pode resultar em escolhas alimentares não saudáveis e falta de atividades físicas.

Empregamos cookies indispensáveis e tecnologias correlatas, conforme nossa Política de Privacidade. Ao prosseguir com a navegação, você expressa seu consentimento com tais termos. Politica de Privacidade