A saúde ocular e as ameaças das estações do ano

As alterações sazonais podem representar uma ameaça à saúde ocular. Os olhos sofrem tanto no calor do verão quanto no frio do inverno, e também no outono e na primavera. Entenda como cada estação pode afetar a visão e o que pode ser feito para minimizar esses danos.

Publicado 18/08/2023 às 13:00 por Alex Torres

Continua após a publicidade..

Impacto climático na saúde ocular

De fato, cada estação do ano traz consigo vantagens e desvantagens para a saúde ocular. Se o verão intensifica o contato com sol, areia, cloro e sal, a primavera aumenta a incidência de alergias que podem resultar em incômodos como conjuntivite e secura ocular. Já o outono e o inverno, com suas baixas temperaturas, não ficam para trás nas ameaças à visão.

Além do frio, o inverno também nos faz enfrentar menos horas de luz natural. Isso pode parecer uma vantagem, mas a redução da luz natural exige uma adaptação dos nossos olhos que pode acabar em um uso excessivo da luz artificial, também prejudicial à saúde dos olhos. Por isso, os meses frios são momentos críticos para nossos olhos, e precisam de atenção redobrada no cuidado visual.

Os perigos invisíveis do inverno

Muitas vezes, acredita-se que o verão é a única estação prejudicial para os olhos, mas o inverno também traz sua parcela de danos oculares. Eles podem ser menos perceptíveis, principalmente devido à menor exposição ao sol e à menor quantidade de corpos estranhos no ambiente.

Continua após a publicidade..

É importante que as pessoas, mesmo aquelas sem nenhum defeito de visão como miopia, astigmatismo ou presbiopia, não negligenciem a proteção dos olhos. Fazer check-ups regulares com oftalmologistas ou optometristas não é uma ideia descabida, afinal, como qualquer parte de nosso corpo, nossos olhos também precisam de atenção e cuidados.

Os vilões da saúde ocular no inverno

Aquecimento: No inverno, é comum que as pessoas passem mais tempo em ambientes internos, onde o uso de aquecedores é frequente. No entanto, o ar quente direcionado ao rosto pode causar secura e sensações de ardor nos olhos.

Baixa umidade: A baixa umidade do ar, comum em estações frias, pode levar à desidratação dos olhos, resultando em sintomas como irritação, ardor e a sensação de ter poeira nos olhos.

Falta de luz: A falta de luz natural no inverno faz com que os olhos se esforcem mais, podendo gerar o chamado ‘estresse visual’. Além disso, o uso excessivo de luz artificial pode acelerar o surgimento de problemas de visão.

É essencial, portanto, que durante os meses frios, haja um cuidado redobrado com a saúde ocular. Prestar atenção aos sinais que nossos olhos nos enviam e procurar um especialista sempre que necessário é fundamental para manter nossa visão em bom estado, independente da estação do ano.

Empregamos cookies indispensáveis e tecnologias correlatas, conforme nossa Política de Privacidade. Ao prosseguir com a navegação, você expressa seu consentimento com tais termos. Politica de Privacidade