Estudo revela que alimentação matinal pode melhorar a saúde metabólica

Continua após a publicidade.. Refeição da manhã como chave para combater o ganho de peso e oscilação dos níveis de açúcar no sangue Um estudo recente realizado por pesquisadores da...

Publicado 27/06/2023 às 18:44 por Alex Torres

Continua após a publicidade..

Refeição da manhã como chave para combater o ganho de peso e oscilação dos níveis de açúcar no sangue

Um estudo recente realizado por pesquisadores da NYU Langone Health e da NYU Grossman School of Medicine, em Nova York, trouxe novas evidências de que o ditado popular “tome café da manhã como um rei, almoce como um príncipe, jante como um mendigo” pode ter um fundamento científico.

A pesquisa, apresentada durante a reunião anual da Endocrine Society, em Illinois, nos EUA, revelou que a ingestão de mais calorias no início do dia pode ter benefícios surpreendentes para a saúde metabólica.

Alimentação precoce com restrição de tempo

Para examinar essa hipótese, os cientistas exploraram a alimentação precoce com restrição de tempo (eTRF, na sigla em inglês), uma estratégia que limita a ingestão de calorias nas primeiras oito horas do dia.

Continua após a publicidade..

Estudos anteriores já haviam sugerido que esse tipo de jejum poderia melhorar os níveis de açúcar no sangue e as condições cardiometabólicas, mas a equipe de pesquisa queria entender se essas melhorias estavam relacionadas à perda de peso ou às estratégias de jejum em si.

Resultados promissores

Para isso, dez participantes com pré-diabetes e obesidade foram divididos em dois grupos: um seguindo o padrão de alimentação comum (50% das calorias consumidas após as 16h) e outro aderindo à eTRF (80% das calorias consumidas antes das 13h). Durante o estudo, os participantes foram alternados entre os grupos.

Os resultados foram surpreendentes. Mesmo após apenas uma semana de alimentação diferenciada, os níveis de açúcar no sangue dos participantes do grupo eTRF apresentaram uma redução significativa. O tempo de pico glicêmico e os níveis acima de 140 mg/dL diminuíram em comparação com aqueles que seguiram a alimentação convencional. Vale ressaltar que o peso dos participantes se manteve estável ao longo do estudo.

Com base nesses achados, o professor assistente Jose O. Aleman, da Divisão de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo do Departamento de Medicina da NYU Grossman School of Medicine, concluiu: “As descobertas mostram que comer a maior parte das calorias no início do dia reduz o tempo em que o açúcar no sangue fica elevado, melhorando assim a saúde metabólica”.

Essa pesquisa traz uma nova perspectiva sobre a importância do café da manhã e como a distribuição das calorias ao longo do dia pode impactar nossa saúde. Portanto, da próxima vez que você pensar em pular o café da manhã, lembre-se dos benefícios que ele pode trazer para o seu metabolismo.

Leia também: Olhar e sentir o cheiro de comida gostosa já pode aumentar o risco de diabetes; entenda

Empregamos cookies indispensáveis e tecnologias correlatas, conforme nossa Política de Privacidade. Ao prosseguir com a navegação, você expressa seu consentimento com tais termos. Politica de Privacidade