O Impacto do TDAH nas Crianças e Adultos e Sua Administração

Descubra como o TDAH afeta a vida cotidiana das pessoas e a importância do diagnóstico precoce para aliviar os sintomas.

Publicado 19/08/2023 às 09:38 por Alex Torres

Continua após a publicidade..

O que é TDAH?

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é uma condição que afeta milhões de crianças ao redor do mundo e muitas vezes persiste até a idade adulta. Os pacientes com TDAH enfrentam uma série de desafios persistentes, como problemas para manter a atenção, hiperatividade e comportamento impulsivo. Essas dificuldades podem levar a baixa autoestima, problemas de relacionamento e desempenho escolar inferior.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, entre 4 e 5% da população sofre deste problema. Além disso, o DSM-5 (2014) indica que a prevalência do transtorno é de cerca de 5% entre as crianças em idade escolar e 2,5% entre os adultos.

Como o TDAH se Manifesta?

A Dra. Silvia Ongini, psiquiatra infanto-juvenil do Departamento de Pediatria do Hospital de Clínicas da UBA, destacou que muitas vezes há relutância em procurar um profissional de saúde mental ou pediatra para discutir essas “dificuldades de comportamento”. No entanto, essas são manifestações de crianças que estão lutando, e um diagnóstico precoce é essencial para aliviar esses sintomas.

Continua após a publicidade..

O TDAH se apresenta de três maneiras: predominância de déficit de atenção, predominância de hiperatividade com impulsividade ou mista. As causas do TDAH incluem predisposição genética, fatores neurobiológicos, fisiológicos e/ou epigenéticos.

A Dra. Ongini enfatiza que o TDAH tem um impacto social significativo, levando a baixa autoestima e ansiedade.

Quais são os Sintomas do TDAH?

Para ser diagnosticado com TDAH, um indivíduo deve exibir certas características, muitas vezes identificadas em seus primeiros anos de vida e observadas na escola, em casa e em outras configurações:

  • Dificuldade em prestar atenção aos detalhes;
  • Dificuldade em manter a atenção, mesmo em atividades recreativas;
  • Parecer desatento ou distraído quando não há distrações presentes;
  • Dificuldade em completar tarefas ou seguir instruções;
  • Dificuldade em organizar atividades ou manter os materiais em ordem, frequentemente perdendo objetos importantes;
  • Frustração ou irritação ao realizar tarefas indesejadas;
  • Fácil distração por estímulos externos;
  • Esquecer de realizar tarefas diárias, como desligar a luz;
  • Dificuldade em planejar, muitas vezes tomando decisões impulsivas e emocionais;
  • Hiperatividade, como mover as mãos ou os pés sem motivo aparente.

Ao notar alguns desses sintomas, a Dra. Ongini recomenda procurar um pediatra ou um profissional de saúde mental para evitar confusões com outros transtornos.

Como o TDAH é Tratado?

O tratamento do TDAH é multimodal e interdisciplinar, incluindo terapia psicológica, psicopedagógica, entrevistas vinculares (pais, filhos) e medicação, se necessário.

Em casa, é importante ajudar a estabelecer uma rotina ou estrutura para apoiar a conclusão das tarefas. Na escola, pode ser necessário adaptar o conteúdo para que não exija longos períodos de atenção. Reduzir o uso de telas e promover a leitura também pode ser benéfico.

Em alguns casos, os profissionais podem sugerir medicação. A Dra. Ongini afirma que “quando a medicação é necessária, as melhorias são claramente visíveis. A medicação pode ajudar a filtrar os estímulos ambientais, facilitando a concentração e melhorando o desempenho, sem gerar dependência”.

A Influência das Telas e Os Pais no TDAH

A Dra. Ongini e a Sociedade Argentina de Pediatría alertam para o uso excessivo de dispositivos eletrônicos. Eles relatam que o uso excessivo de dispositivos está associado a atenção deficiente, falta de controle de comportamento, atraso na linguagem e déficit na função executiva.

Para evitar agravar os sintomas do TDAH, é importante limitar o uso de dispositivos eletrônicos e incentivar atividades que promovam a atenção sustentada.

A Dra. Ongini também enfatiza a importância do papel dos pais no controle do uso de dispositivos por crianças pequenas em contextos como consultórios médicos.

O diagnóstico precoce e adequado do TDAH é crucial para minimizar o impacto desse transtorno na vida cotidiana de crianças e adultos. Com o suporte adequado, os indivíduos com TDAH podem administrar seus sintomas e levar uma vida plena e produtiva.

Empregamos cookies indispensáveis e tecnologias correlatas, conforme nossa Política de Privacidade. Ao prosseguir com a navegação, você expressa seu consentimento com tais termos. Politica de Privacidade