O Incenso e Seus Perigos Ocultos: Uma Perspectiva

Apesar de ser amplamente utilizado em muitas culturas pelo mundo afora para fins de limpeza do ar e rituais religiosos, o incenso, aparentemente inofensivo, pode esconder uma s√©rie de perigos √† sa√ļde, como revelado por diversos estudos cient√≠ficos.

Publicado 10/08/2023 às 10:28 por Alex Torres

O alarmante estudo da OCU

Em 2013, a Organiza√ß√£o de Consumidores e Usu√°rios (OCU) da Espanha fez uma descoberta perturbadora ao analisar 22 tipos de ambientadores dom√©sticos, incluindo incensos e velas perfumadas. A conclus√£o foi que a maioria desses produtos, exceto pelas velas, emite n√≠veis alarmantes de subst√Ęncias t√≥xicas, alerg√™nicas e poluentes. Assustadoramente, em alguns casos, esses n√≠veis eram ainda piores do que o resultado da inala√ß√£o de fuma√ßa de tabaco.

Os Perigos do Incenso: Uma vis√£o a partir da √Āsia

O uso de incenso √© notavelmente mais prevalente na √Āsia e, como tal, a literatura m√©dica da regi√£o tem muito a dizer sobre seus riscos. Um estudo conduzido por v√°rias institui√ß√Ķes tailandesas em 2008 destacou que a queima de incenso libera subst√Ęncias nocivas, incluindo benzeno, butadieno e hidrocarbonetos arom√°ticos polic√≠clicos ‚Äď todos compostos reconhecidamente cancer√≠genos.

Estudos ainda mais antigos, datados da d√©cada de 1960, estabeleceram uma liga√ß√£o direta entre a exposi√ß√£o ao fumo do incenso e a alta preval√™ncia de c√Ęncer nasofar√≠ngeo na popula√ß√£o chinesa. Em um estudo realizado entre trabalhadores de templos religiosos, foi observado que o n√≠vel de contamina√ß√£o em seus locais de trabalho era superior ao encontrado na ind√ļstria petroqu√≠mica.

Inciensos e o Benzeno

Conforme os relat√≥rios da OCU, alguns dos incensos testados apresentaram n√≠veis de benzeno no ar de at√© 490 ¬Ķg/m¬≥. Para efeito de compara√ß√£o, o mesmo relat√≥rio apontou que a fuma√ßa de um cigarro cont√©m apenas 60 ¬Ķg/m¬≥ de benzeno. Portanto, √© f√°cil perceber o qu√£o perigosa pode ser a contamina√ß√£o por benzeno atrav√©s do incenso.

O benzeno n√£o √© o √ļnico vil√£o

Al√©m do benzeno, a queima de incenso tamb√©m pode liberar as chamadas part√≠culas finas 2.5 PM. Essas micropart√≠culas, que mal ultrapassam o tamanho de 2,5 micras, cont√™m subst√Ęncias qu√≠micas org√Ęnicas, poeira, fuligem e metais. Algumas dessas part√≠culas finas prov√™m de diversas formas de combust√£o, como a queima de madeira, erup√ß√Ķes vulc√Ęnicas e, √© claro, o incenso.

Os dados analisados pela OCU mostraram que alguns incensos podem liberar at√© 3000 ¬Ķg/m¬≥ de part√≠culas finas. A exposi√ß√£o a esses n√≠veis pode levar a obstru√ß√Ķes pulmonares cr√īnicas.

A Liberação de Formaldeído

Durante a queima, o incenso também libera aldeídos e cetonas, incluindo formaldeído. Este composto é conhecido por ser altamente irritante para a pele, olhos e trato respiratório superior. A exposição constante ao formaldeído é preocupante, pois ele está listado como um provável carcinógeno humano.

A Perigosa Auramina O

A queima de incenso tamb√©m pode liberar Auramina O, um colorante frequentemente utilizado em medicina para facilitar a an√°lise de culturas em microsc√≥pio. Embora seja ben√©fico na medicina, a Auramina O √© considerada um prov√°vel carcin√≥geno pela International Agency of Research on C√Ęncer.

Alternativas ao incenso

Ao considerar os efeitos potencialmente prejudiciais √† sa√ļde do incenso, vale a pena explorar alternativas. Em vez de recorrer a esses produtos para combater odores indesej√°veis em casa, a melhor op√ß√£o √© apostar na ventila√ß√£o adequada do ambiente. Afinal, ainda que o incenso n√£o seja potencialmente carcinog√™nico, o preenchimento de espa√ßos dom√©sticos com fuma√ßa pode causar v√°rias les√Ķes por inala√ß√£o.

Empregamos cookies indispensáveis e tecnologias correlatas, conforme nossa Política de Privacidade. Ao prosseguir com a navegação, você expressa seu consentimento com tais termos. Politica de Privacidade