Quais os sintomas de pedra nos rins e 8 dicas valiosas para evit√°-las

Neste artigo, exploramos os sintomas angustiantes de pedra nos rins e revelamos 8 dicas com respaldo científico para ajudar a prevenir essa

Publicado 23/11/2023 às 15:18 por Alex Torres

Imagine o trabalhador incansável que é o seu rim, filtrando dia após dia o sangue para produzir o líquido dourado chamado urina. No entanto, quando sobrecarregado e desidratado, esse sistema perfeito pode falhar, dando origem a cristais diminutos que se acumulam e formam as temidas pedras nos rins.

Quem est√° no alvo da dor?

Homens, estejam alertas! As estatísticas mostram que vocês têm uma probabilidade ligeiramente maior de desenvolver pedras nos rins, com um pico de risco na casa dos 30 a 40 anos. Não esqueçam que comorbidades como pressão alta, diabetes e obesidade também podem elevar o risco.

A origem do problema

Do hist√≥rico familiar √† m√° alimenta√ß√£o, as causas s√£o diversas. Excesso de s√≥dio, a√ß√ļcares, prote√≠nas e at√© suplementos de c√°lcio e vitamina C podem ser vil√Ķes nessa hist√≥ria. Sem falar nas doen√ßas que alteram o equil√≠brio qu√≠mico do seu corpo, trazendo o risco de forma√ß√£o de cristais.

O alerta vermelho dos sintomas

Dor aguda nas costas ou lateral abaixo das costelas, que irradia at√© a virilha, urina com cores alarmantes como rosa ou marrom, e at√© mesmo n√°useas e v√īmitos ‚ÄĒ s√£o os sinais de que algo n√£o vai bem no trato urin√°rio.

Conhecendo o inimigo: tipos de pedra nos rins

As pedras de c√°lcio reinam entre as varia√ß√Ķes, seguidas pelas de √°cido √ļrico, estruvita e cistina. Cada tipo tem sua peculiaridade e abordagem espec√≠fica. E uma curiosidade cient√≠fica: analisar a pedra pode pavimentar o caminho para evitar futuras forma√ß√Ķes.

Tratamento: O que esperar?

Os tratamentos variam de ureteroscopias a ondas de choque extracorpóreas, e até mesmo dissolução medicamentosa para casos específicos. A boa notícia é que, na maioria das vezes, as pedras são removíveis sem danos permanentes.

Preven√ß√£o: 8 dicas para manter as pedras √† dist√Ęncia

  • Beba muita √°gua: A hidrata√ß√£o √© essencial para manter os rins limpando seu sistema eficientemente.
  • Reduza o sal: Diga n√£o aos excessos de s√≥dio, que podem agravar a condi√ß√£o.
  • Valorize c√≠tricos: Lim√£o e laranja s√£o ricos em citrato, um aliado na preven√ß√£o das pedras.
  • Latic√≠nios sim, suplementos de c√°lcio n√£o: Enquanto os latic√≠nios ajudam, os suplementos podem aumentar o risco.
  • Frutas s√£o amigas: Nutrientes e alto teor de √°gua trabalham em favor do seus rins.
  • Aten√ß√£o √† prote√≠na animal: Moderar no consumo pode ser prudente, principalmente se j√° h√° um hist√≥rico de pedras.
  • Cuidado com ch√°s, refrigerantes e leite de soja: Alguns podem contribuir para o problema.
  • Vegetais com modera√ß√£o: Alguns s√£o ricos em oxalatos e devem ser consumidos com cautela.

Quebra-pedra e tomates: mitos e verdades

Entre os remédios naturais, o chá de quebra-pedra mostra-se um aliado. Já o tomate, ao contrário do que muitos pensam, tem baixo teor de oxalato e não é um vilão nessa história.

Ao incorporar essas dicas e manter hábitos saudáveis, seus rins terão uma jornada mais tranquila e livre da sombra das pedras nos rins. E lembre-se: a prevenção é sempre o melhor remédio.

Empregamos cookies indispensáveis e tecnologias correlatas, conforme nossa Política de Privacidade. Ao prosseguir com a navegação, você expressa seu consentimento com tais termos. Politica de Privacidade