Raspagem da Língua: A Solução para o Mau Hálito?

Uma prática simples que pode fazer toda a diferença na sua saúde bucal: a raspagem lingual. Mas você sabe o que é e quais são seus benefícios? Acompanhe neste artigo!

Publicado 11/08/2023 às 14:08 por Alex Torres

Continua após a publicidade..

O que é a Raspagem da língua?

Imagine uma camada branca ou amarelada que ocasionalmente se forma sobre a língua. Se você já a notou e se perguntou sobre sua origem, não é nada mais do que uma acumulação de resíduos alimentares, células mortas da pele e bactérias, de acordo com a Dra. Martinna Bertolini, professora adjunta de medicina dental na Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos.

A língua é o único tecido do corpo que tem papilas, pequenas protuberâncias que ajudam na manipulação do alimento durante a ingestão e, em alguns casos, possuem receptores gustativos. Essas papilas, assim como os sulcos na língua presentes em algumas pessoas, formam pequenas bolsas onde essas acumulações podem ocorrer.

A final, como funciona a Raspagem?

Os raspadores de língua foram projetados para remover essas camadas descoloridas e, muitas vezes, de odor desagradável. São geralmente feitos de aço inoxidável, silicone ou plástico e disponíveis em diversos modelos. O uso é simples: basta segurar uma extremidade do instrumento e pressionar a língua com a outra, raspando-a.

Continua após a publicidade..

Quais são os seus reais benefícios?

Segundo Ananda Dasanayake, professor de Epidemiologia na Faculdade de Odontologia da Universidade de Nova York, essas acumulações na língua cheiram mal porque podem abrigar colônias bacterianas. Algumas dessas bactérias produzem gases com odores muito desagradáveis, contribuindo para a halitose, ou seja, mau hálito persistente.

A halitose é a principal razão pela qual um dentista pode recomendar a raspagem lingual, segundo Isabelle Laleman, especialista em periodontia do Centro Hospitalar Universitário de Liège, na Bélgica. Embora o uso de enxaguantes bucais possa mascarar o odor, a remoção física da fonte do mau cheiro é a abordagem mais eficaz para o problema.

A Eficácia da Raspagem da língua

Ainda há debates sobre a eficácia da raspagem lingual na redução do mau hálito e da quantidade de bactérias. Uma revisão publicada em 2010 concluiu que a raspagem e a escovação da língua podem melhorar o odor do hálito e reduzir a camada que recobre a língua.

Já outros estudos, como um coescrito e publicado em 2017 pela Dra. Laleman, encontraram que em 18 pacientes com periodontite – uma grave condição das gengivas – a raspagem da língua não fez diferença na quantidade de bactérias nem no odor da boca, embora os pacientes tenham relatado sentir a língua mais limpa.

Mesmo quando a raspagem da língua melhora o hálito, a Dra. Bertolini alerta que esse benefício é temporário. “Se não for feito diariamente, o problema retorna”, ela assegura.

Quem deve realizar a Raspagem de língua?

A Dra. Bertolini recomenda a raspagem lingual apenas para pacientes com halitose, pois são os que realmente precisam. Se você tem um histórico de problemas gengivais, a raspagem lingual pode ser útil para manter a quantidade de bactérias na boca o mais baixa possível. No entanto, se você é saudável e não tem halitose, não irá piorar por não realizar a raspagem da língua.

Curiosamente, tanto Bertolini quanto Dasanayake utilizam raspadores de língua diariamente após escovar os dentes. Já Isabelle Laleman só realiza a raspagem quando sente que seu hálito não está agradável, mas acredita que as pessoas deveriam experimentar se sentirem vontade.

Não há riscos associados à raspagem lingual, embora Bertolini alerte que é importante não raspar com muita força para evitar lesões na língua.

Qual a maneira correta de realizá-la?

Usar um raspador de língua é algo bastante intuitivo, como explica o Dr. Dasanayake. Trata-se de um simples movimento de raspagem, que requer pelo menos três ou quatro passadas para cobrir toda a língua. Ele prefere raspadores de língua com bordas serrilhadas, que penetram bem nos sulcos da língua.

Se você não quiser comprar um raspador de língua, uma colher pode ser uma alternativa, sugere a Dra. Laleman. Embora possa ser mais difícil alcançar as partes posteriores da língua, é uma opção viável. No entanto, a Dra. Bertolini não recomenda o uso de uma escova de dentes para a tarefa, pois a eficácia é menor e pode aumentar o reflexo de vômito.

Em resumo, a raspagem lingual pode ser um complemento agradável à sua rotina de higiene bucal. “Realmente não vejo nenhum inconveniente em experimentar”, afirma Bertolini. Se você tem curiosidade, raspadores de língua estão disponíveis na maioria das farmácias e são relativamente baratos. Você pode perceber uma mudança sutil em seu hálito ou simplesmente gostar da sensação de ter a língua mais limpa.

Empregamos cookies indispensáveis e tecnologias correlatas, conforme nossa Política de Privacidade. Ao prosseguir com a navegação, você expressa seu consentimento com tais termos. Politica de Privacidade