Vida a dois: uma pincelada pelo direito de uni√£o

Antes de dividir o mesmo teto com sua amada, todo homem deve se munir de informa√ß√Ķes cruciais para evitar surpresas indesejadas

Publicado 21/11/2023 às 15:27 por Alex Torres

Continua após a publicidade..

Ao decidir viver sob o mesmo teto sem as formalidades legais, muitos casais desconhecem que o governo assume o controle da escolha do regime de bens, caso não o façam. Na falta de uma decisão prévia, aplica-se a comunhão parcial de bens, o que implica em dividir tudo o que foi adquirido durante o período de convivência, independentemente da contribuição de cada um.

A uni√£o est√°vel, registrada em cart√≥rio, oferece a voc√™ a oportunidade de escolher como ser√° a gest√£o do patrim√īnio compartilhado. Aqui, o regime da separa√ß√£o total de bens desponta como a op√ß√£o que garante que, ao fim da uni√£o, cada um retome seu caminho sem reivindica√ß√Ķes patrimoniais do outro.

Proteção patrimonial frente às adversidades

Acusa√ß√Ķes infundadas podem resultar em consequ√™ncias dr√°sticas, como a necessidade de se afastar do pr√≥prio lar. Para se resguardar, a alternativa pode ser morar de aluguel e incluir ambas as partes como respons√°veis pelo contrato. Assim, em um eventual desenlace sob tais circunst√Ęncias, voc√™ n√£o ser√° o √ļnico a arcar com os custos remanescentes.

Continua após a publicidade..

A independência da companheira e a Pensão Alimentícia

man in white dress shirt sitting beside woman in black long sleeve shirt

A independ√™ncia financeira da parceira √© um aspecto crucial, pois mesmo sob o regime de separa√ß√£o total de bens, voc√™ pode ser respons√°vel por uma pens√£o aliment√≠cia caso ela n√£o consiga se manter. Por isso, valorize e apoie sua companheira na busca pela sua realiza√ß√£o profissional e estabilidade econ√īmica.

A realidade do desenlace

A dissolução de uma união é um cenário que muitos preferem não contemplar, mas que, infelizmente, é uma possibilidade real. Estar preparado para o inesperado é uma demonstração de cuidado e responsabilidade com o próprio futuro e com as pessoas envolvidas em sua vida.

O amor e a conviv√™ncia a dois s√£o trajet√≥rias de compartilhamento e cumplicidade, mas tamb√©m de responsabilidades legais e prote√ß√Ķes patrimoniais. Informa√ß√£o e preparo s√£o de extrema import√Ęncia na constru√ß√£o de uma vida a dois harmoniosa e justa para ambas as partes.

Empregamos cookies indispensáveis e tecnologias correlatas, conforme nossa Política de Privacidade. Ao prosseguir com a navegação, você expressa seu consentimento com tais termos. Politica de Privacidade