L√°grima-de-Cristo: aprenda os segredos do cultivo e dicas de poda e rega

Descubra as maravilhas de cultivar a Lágrima-de-Cristo (Clerodendrum thomsonae), uma planta que é um verdadeiro espetáculo no paisagismo

Publicado 12/09/2023 às 17:56 por Alex Torres

Continua após a publicidade..

A l√°grima-de-cristo √© uma planta de m√ļltiplos usos no paisagismo, seja para cobrir pergolados, formar cercas vivas, adornar varandas ou embelezar ambientes com vasos. Sua flora√ß√£o, com flores brancas delicadas de centro avermelhado ou at√© mesmo totalmente vermelhas, √© um encanto aos olhos. Pertence ao g√™nero Clerodendrum, que cont√©m v√°rias esp√©cies ornamentais, muitas delas trepadeiras que se adaptam sem dificuldades em qualquer regi√£o do Brasil.

Segundo Daniel Barreto, bi√≥logo da Plantei Garden Center, a l√°grima-de-cristo √© de f√°cil cultivo, pois se aclimata rapidamente, multiplica-se sem grandes complica√ß√Ķes e n√£o √© exigente quanto ao tipo de solo, regas e aduba√ß√£o.

Guia de cuidados para o cultivo da l√°grima-de-cristo

A l√°grima-de-cristo √© pouco exigente em rela√ß√£o ao tipo de solo ou substrato. Desenvolve-se bem seja em solos prontos para jardim, em terra vegetal, h√ļmus de minhoca, entre outros. Para seu plantio em solo direto, recomenda-se uma cova de 50√ó50 cm. Depois, √© necess√°rio preencher a cova com a mistura da terra retirada e a mesma quantidade de h√ļmus de minhoca.

Continua após a publicidade..

Para o plantio em vasos, é crucial escolher um vaso com capacidade de, no mínimo, 10 litros e garantir que este tenha furos para facilitar a drenagem. Uma camada de argila expandida ou pedra brita no fundo do vaso é essencial para que a água escoe facilmente. Se a opção for pelo plantio em vaso, adicione 1/5 de areia ao substrato para garantir uma ótima drenagem.

Quando o assunto é localização, apesar da planta ser trepadeira e de fácil aclimatação, ela se desenvolve melhor em locais abertos que recebem sol direto até o meio dia ou até às 15 horas. Ela também pode ser cultivada a meia-sombra, porém é importante lembrar que a luz solar direta contribui para floradas mais vivas e expressivas.

Para aqueles que amam jardins verticais ou buscam decorar colunas de espaços externos, a lágrima-de-cristo é uma ótima opção devido a sua floração impressionante e ao seu crescimento que acompanha a estrutura disponível. A utilização de suportes de parede estilo mão francesa ou hanger podem ajudar na estética do ambiente, além de garantir maior firmeza e segurança para os vasos.

Regas e podas: como proceder?

A frequência de regas varia conforme o período: nos primeiros três meses, a planta deve ser regada quatro vezes por semana, independente se está em vasos ou canteiros. No caso do plantio em gramados, as regas devem ser diárias, porém em menor quantidade, pois a grama pode absorver grande parte da água, prejudicando o desenvolvimento inicial da planta.

Para as l√°grimas-de-cristo cultivadas em vasos, √© importante atentar-se ao substrato: somente regue novamente quando ele estiver completamente seco. Uma dica √© utilizar um palito de churrasco, introduzindo-o a uma profundidade de 5 cm no substrato para verificar se ele j√° secou. Tamb√©m √© importante garantir que n√£o haja obstru√ß√Ķes nos furos do vaso para que a √°gua possa escoar sem dificuldades.

Quanto às podas, a lágrima-de-cristo cultivada diretamente no solo aceita ser podada em qualquer época do ano, devido ao seu crescimento rápido e expansivo. Se o objetivo é usá-la para cobrir pergolados ou como cerca, é importante iniciar as podas desde o início para direcionar o crescimento para o local desejado.

Floração e multiplicação da lágrima-de-cristo

Para garantir uma flora√ß√£o abundante da l√°grima-de-cristo, a qualidade do solo ou substrato e as podas s√£o fatores decisivos, mas uma aduba√ß√£o regular e correta pode garantir flora√ß√Ķes mais frequentes. Aconselha-se aduba√ß√£o com formula√ß√Ķes j√° balanceadas, como NPK 10 10 10, farelados como o bokashi Korin, chorume de composteira e adubos de libera√ß√£o lenta. Quanto maior a fonte de f√≥sforo na aduba√ß√£o, mais flores a planta produzir√°.

Se a ideia é multiplicar a lágrima-de-cristo, a tarefa é mais simples do que parece. Segundo Daniel, é possível criar facilmente novas plantas a partir de estacas, bastando cortar galhos de 15 cm e colocá-los no substrato para enraizar.

Benefícios Ecológicos da Lágrima-de-Cristo

A l√°grima-de-cristo, al√©m de embelezar os jardins, contribui para a biodiversidade local. Suas flores atraem uma variedade de polinizadores, como abelhas e borboletas, o que ajuda na manuten√ß√£o e equil√≠brio do ecossistema. Al√©m disso, ao optar por cultivar plantas nativas ou bem adaptadas ao clima local, como a l√°grima-de-cristo, reduzimos a necessidade de interven√ß√Ķes humanas frequentes, como regas excessivas e aplica√ß√£o de defensivos.

Cuidados com Pragas e Doenças

Apesar de ser resistente, a l√°grima-de-cristo n√£o est√° imune a pragas e doen√ßas. √Č comum que, em certas √©pocas do ano, ela seja alvo de pulg√Ķes ou cochonilhas. Para combater essas pragas, pode-se optar por m√©todos naturais, como a aplica√ß√£o de calda de fumo ou o uso de insetos ben√©ficos, como as joaninhas, que s√£o predadoras naturais de muitas pragas. Em rela√ß√£o √†s doen√ßas, manter a boa circula√ß√£o de ar entre as plantas e evitar o excesso de umidade pode prevenir o surgimento de fungos. Caso identifique alguma anormalidade, procure orienta√ß√£o especializada para tratar a planta de forma adequada.

Empregamos cookies indispensáveis e tecnologias correlatas, conforme nossa Política de Privacidade. Ao prosseguir com a navegação, você expressa seu consentimento com tais termos. Politica de Privacidade