YouTube alcança 100 milhões de usuários pagantes. Números surpreendem!

Com um crescimento significativo de assinantes pagantes, o YouTube apresenta aumento de receita e valorização para parceiros e criadores

Publicado 02/02/2024 às 08:00 por Viviane Grecilo Torres

Continua após a publicidade..

O cenário do streaming de vídeo e música está em franca expansão, e o YouTube figura como um dos grandes protagonistas dessa transformação. Conforme anunciado recentemente, a plataforma atingiu a impressionante marca de mais de 100 milhões de usuários pagantes combinando os serviços YouTube Music e YouTube Premium. Essa atualização nos números representa um considerável salto dos 80 milhões de usuários relatados em novembro de 2022.

Leia Mais: Conteúdo Evergreen: A Chave Para Um Futuro Prõspero No Youtube

Crescimento da receita em assinaturas

Foto: Reprodução

Durante a divulgação dos resultados financeiros do quarto trimestre de 2023, Sundar Pichai, líder da empresa-mãe do YouTube, revelou que o negócio de assinaturas do conglomerado superou a cifra anual de 15 bilhões de dólares. Dessa fatia, uma parcela significativa advém das modalidades pagas do YouTube, que têm demonstrado ser mais do que uma fonte adicional de receita, oferecendo também valor agregado aos parceiros do serviço.

Continua após a publicidade..

Philipp Schindler, diretor de negócios da companhia, destacou que os assinantes Premium estão gerando mais benefícios aos parceiros comparativamente aos usuários do modelo suportado por anúncios. Ele explicou que cada nova adesão ao Premium contribui para incrementar os ganhos de criadores de conteúdo, parceiros musicais e de mídia, além do próprio YouTube.

Leia Também: 5 Ideias de Negócios Online Que Podem Fazer Você Crescer Na Internet

A trajetória das assinaturas YouTube

O lançamento do YouTube Music aconteceu em 2015, introduzindo na época uma assinatura chamada Red, ao custo mensal de 9,99 dólares, que oferecia a experiência sem anúncios e acesso ao Play Music. Em 2018, essa modalidade foi renomeada para YouTube Premium.

Recentemente, o YouTube intensificou o combate aos bloqueadores de anúncios, indicando que essas ferramentas vão contra os termos de serviço da plataforma. A empresa começou a exibir alertas para os usuários que usam esses bloqueadores, informando que eles poderiam ser impedidos de assistir aos vídeos caso não os desativassem. Paralelamente, a plataforma tem realizado testes com a oferta de vídeos em alta resolução mediante pagamento e a exibição de múltiplos anúncios inescapáveis.

Novidades e expansão global

a red play button with a white arrow

Foto: Unsplash

Como estratégia para tornar a assinatura Premium mais atrativa, o YouTube tem lançado recursos adicionais, como mini-games e vídeos com bitrate aprimorado. A expansão do YouTube Premium já atinge mais de 100 países, com o acréscimo de dez novas nações ao portfólio em dezembro de 2023, incluindo Argélia, Camboja, Gana, Iraque, Jordânia, Quênia e Senegal.

O YouTube tem se consolidado como uma peça central na estratégia comercial do Google. A plataforma arrecadou nada menos que 9,2 bilhões de dólares no quarto trimestre de 2023, superando a receita de 8 bilhões de dólares alcançada no mesmo período do ano anterior. Esse crescimento reflete não apenas o sucesso da estratégia de assinaturas, mas também a contínua inovação e adaptação do YouTube às demandas de um mercado em constante evolução.

Empregamos cookies indispensáveis e tecnologias correlatas, conforme nossa Política de Privacidade. Ao prosseguir com a navegação, você expressa seu consentimento com tais termos. Politica de Privacidade