Longevidade: Vivemos mais, porém vivemos melhor?

Um estudo recente publicado pela conceituada revista "The Lancet" analisou dados da população mundial de 1990 a 2013.

Publicado 11/07/2023 às 11:29 por Alex Torres

Continua após a publicidade..

Longevidade e Qualidade de Vida: Uma An√°lise Global

Uma investiga√ß√£o profunda e abrangente sobre o estado de sa√ļde global trouxe √† luz algumas verdades desconfort√°veis. Sim, a humanidade, de modo geral, vive mais tempo agora do que em d√©cadas passadas. O estudo publicado na ‚ÄúThe Lancet‚ÄĚ revelou que a expectativa de vida aumentou para ambos os sexos em todo o mundo. De 1990 a 2013, a expectativa de vida subiu 6,2 anos, de 65,3 para 71,5 anos. No entanto, ao analisar esses n√ļmeros mais de perto, encontramos uma hist√≥ria diferente. A esperan√ßa de levar uma vida saud√°vel, isto √©, sem problemas graves de sa√ļde, apenas aumentou 5,4 anos, de 56,9 para 62,3 anos.

O Desafio da Qualidade de Vida

Os autores do estudo sinalizam um problema impressionante: apesar do aumento na expectativa de vida, os anos que necessitam de cuidados de sa√ļde devido √† hospitaliza√ß√£o, tratamentos para doen√ßas importantes ou cr√īnicas, n√£o diminu√≠ram significativamente. Em outras palavras, estamos vivendo mais, mas tamb√©m passando mais tempo lidando com doen√ßas e problemas de sa√ļde. O desafio, ent√£o, n√£o √© apenas viver mais ‚Äď √© viver melhor.

A Chave para uma Vida Melhor

De acordo com especialistas, a chave para melhorar a qualidade de vida em nossos anos adicionais de vida reside no desenvolvimento de novas vacinas e tratamentos para doen√ßas cr√īnicas e graves. No entanto, eles apontam que apenas avan√ßos m√©dicos e farmac√™uticos n√£o bastam. A atividade f√≠sica, a alimenta√ß√£o adequada e a ado√ß√£o de h√°bitos saud√°veis desempenham um papel crucial na melhoria da qualidade de vida.

Continua após a publicidade..

Portanto, √† medida que continuamos a desvendar os segredos da longevidade, devemos nos esfor√ßar para garantir que esses anos adicionais sejam preenchidos com sa√ļde e vitalidade, n√£o apenas sobreviv√™ncia. Apesar do aumento na expectativa de vida, a qualidade desses anos adicionais ainda √© uma quest√£o pendente que requer nossa aten√ß√£o urgente.

Empregamos cookies indispensáveis e tecnologias correlatas, conforme nossa Política de Privacidade. Ao prosseguir com a navegação, você expressa seu consentimento com tais termos. Politica de Privacidade