Identificadores √önicos em Smartphones e a Coleta de Dados em Massa

Vigil√Ęncia em smartphones: coleta de dados em massa e prote√ß√£o da privacidade dos usu√°rios. Escolhas informadas s√£o essenciais.

Atualizado 10/07/2024 às 17:40 por Viviane Grecilo Torres

Desde 2013, a vigil√Ęncia em dispositivos m√≥veis tornou-se predominante, com smartphones superando o uso de laptops e desktops.

Como funciona a vigil√Ęncia em smartphones

Os smartphones est√£o sempre conectados √† torre de celular mais pr√≥xima, mesmo quando a tela est√° desligada. Eles emitem sinais constantes que identificam o dispositivo e o n√ļmero do usu√°rio, permitindo que as operadoras de telefonia rastreiem a localiza√ß√£o do aparelho.

Identificadores √ļnicos

Cada smartphone possui dois identificadores globais √ļnicos: o IMEI, associado ao aparelho, e o IMSI, vinculado ao SIM card. Esses identificadores garantem que o dispositivo seja reconhecido independentemente do cart√£o SIM em uso.

Al√©m disso, aplicativos no smartphone tamb√©m coletam e transmitem dados constantemente, como notifica√ß√Ķes de mensagens e e-mails, ou localiza√ß√£o via GPS e redes Wi-Fi.

Como a coleta de dados se tornou um problema

Anteriormente, informa√ß√Ķes pessoais eram ef√™meras e desapareciam com o tempo. Hoje, esses dados s√£o armazenados indefinidamente, criando um problema de ‚Äúbig data‚ÄĚ. Empresas e governos coletam esses dados em massa, muitas vezes sem o conhecimento ou consentimento dos usu√°rios.

Programas de coleta em massa

A coleta de dados em massa, tamb√©m conhecida como vigil√Ęncia em massa, funciona reunindo informa√ß√Ķes de todos os usu√°rios na esperan√ßa de que sejam √ļteis no futuro. Isso ocorre sem considerar se a pessoa est√° fazendo algo errado ou n√£o.

Protegendo-se da vigil√Ęncia

Desligar o smartphone pode não ser suficiente para garantir a privacidade. Telefones modernos têm baterias seladas e podem ser hackeados para parecerem desligados enquanto continuam operando.

Para proteger a privacidade, √© poss√≠vel usar Faraday cages, que bloqueiam sinais, ou aplicativos de seguran√ßa que controlam quais conex√Ķes os dispositivos podem fazer.

Escolhas informadas

Precisamos de mais transparência e controle sobre os dados que nossos dispositivos estão compartilhando. Idealmente, os usuários poderiam selecionar quais aplicativos podem se conectar à internet em tempo real, limitando a coleta de dados desnecessários.

A import√Ęncia da conscientiza√ß√£o

O acesso irrestrito das empresas a dados pessoais transformou informa√ß√Ķes em uma mercadoria valiosa. Isso dificulta a ado√ß√£o de novas pol√≠ticas de privacidade e a limita√ß√£o da coleta de dados.

A compreens√£o de que os dados coletados representam pessoas e suas vidas di√°rias √© essencial. Devemos lutar por um maior controle sobre nossas informa√ß√Ķes pessoais para proteger nossa privacidade e autonomia.

Voltar ao topo

Posts relacionados

Empregamos cookies indispensáveis e tecnologias correlatas, conforme nossa Política de Privacidade. Ao prosseguir com a navegação, você expressa seu consentimento com tais termos. Politica de Privacidade